681818171876702
Loading...

Segundo matéria da FOLHA, Universal burlou a lei na construção do Templo de Salomão. Ministério Publico diz caber ação demolitória

Templo de Salomão
 FOLHA

A Igreja Universal usou informações falsas para burlar a legislação municipal e, assim, construir a nova sede conhecida como o Templo de Salomão, segundo parecer técnico apresentado à Prefeitura de São Paulo.

De acordo com documentos anexados ao processo de licenciamento obtidos pela Folha, a igreja apresentou, em 2006, pedido de reforma de prédio que havia sido demolido ao menos dois anos antes. O templo será inaugurado nesta quinta-feira (31) com a presença, dentre outras autoridades, da presidente Dilma Rousseff (PT).

As irregularidades apontadas pela CTLU, uma comissão independente destinada a avaliar autorizações da prefeitura, foram ignoradas pelo município e a construção, aprovada com a ajuda de decisões do ex-diretor da prefeitura Hussain Aref Saab.

A Igreja Universal do Reino de Deus afirmou, por meio de nota, ter total convicção de que tanto o projeto quanto a construção do Templo de Salomão obedeceram todas as exigências legais.


O ex-diretor, que comandava o Aprov (departamento municipal que liberava construções), é suspeito de comandar esquema de corrupção na aprovação de obras na capital, na gestão Gilberto Kassab (PSD).


As informações apontadas como falsas na comissão foram detectadas em 2006 quando a igreja pediu autorização à prefeitura para levantar o templo na região do Brás. A sede suntuosa custou R$ 680 milhões, segundo a Universal, e terá 74 mil metros quadrados de área construída (3,2 vezes maior a Basílica de Aparecida).


A igreja afirmou na época que queria reformar um grupo de imóveis e, entre eles, uma fábrica construída em uma área superior a 18 mil metros quadrados.


Editoria de Arte/Folhapress

Como o terreno está localizado numa área especial de interesse social, chamada de Zeis, uma construção nova em áreas demolidas acima de 500 m² obrigaria a igreja a destinar 40% do terreno para moradias populares. Já em casos de reforma, não há essa exigência legal.

FOTOS AÉREAS

O arquiteto Eduardo Nobre, representante da USP na comissão técnica pediu para analisar o pedido por achar, segundo ele, "algo estranho". O próprio arquiteto visitou a suposta reforma e descobriu que a fábrica fora demolida, diferentemente do que dizia o processo. Havia um terreno vazio, usado como estacionamento.

Em sua defesa, a Universal apresentou documentos dizendo que o prédio havia sido adquirido em 2005 "com toda edificação aprovada e existente no local".

Disse, porém, que o imóvel foi demolido depois de 2006 quando engenheiro detectou que o prédio estava condenado. "Decidimos, então, pela demolição parcial em face dos riscos apontados pelo engenheiro", diz trecho do documento.

Nobre recorreu, então, aos arquivos da prefeitura e encontrou fotos aéreas feitas entre 2003 e 2004 que registravam o prédio já demolido.

Além disso, o parecer de Nobre mencionou que o patrimônio cultural demonstrou, em 2004, interesse em tombar tal fábrica, mas não conseguiu preservá-la porque ela foi derrubada antes.

Apesar dos indícios de fraude apresentados pelo arquiteto, a reforma foi aprovada na comissão após parecer da principal assessora de Aref no Aprov, Lúcia de Sousa Machado.

Procurado pela Folha, o Ministério Público disse considerar o caso gravíssimo, com fortes indícios de fraude, e passível de uma ação demolitória contra o templo.

De acordo com o promotor Maurício Ribeiro Lopes, o fato de a CTLU ter aprovado a reforma não afasta a ilegalidade do ato.




Esta seita só tem cambalacho. E ainda me processam por dizer que são ladrões. Se isto der em demolição, viro profeta de deserto e vivo feito João Batista por um ano, só comendo mel e gafanhoto da Kopenhagen, hehe


Parabens, FOLHA, pela excelente matéria. Vou fazer uma segunda assinatura em ação de graças!








Notícias 3756181024695060384

Postar um comentário

  1. Caro Danilo, fiz uma rápida análise social e teológica sobre o templo de Salomão e constato que em breve Edir Macedo e sua trupe serão uma grande ameaça ideológica e social para a Igreja e para o Brasil. Se puder, deixo aqui um link do meu blog para sua análise e comentário também. Grande abraço e acompanho diariamente o Genizah.
    http://prbruno.blogspot.com.br/2014/07/o-novo-tempo-de-salomao-iurd-inaugura.html

    ResponderExcluir
  2. Amém irmão! Seria bom vê um profeta de verdade neste país, pois os que se vestem esplendidamente e só comem iguarias pregam nesses templos de Mamom, eles não conhecem o Deus que chama o homem para o deserto, para o humilhar, para fazê-lo entender que nem só de pão vive o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus! É no deserto que se forjam os ver

    ResponderExcluir
  3. complementando, é no deserto que se forjam os verdadeiros profetas de Deus. Mas eu acho que o irmão não toparia esta, toparia?

    ResponderExcluir
  4. - De onde voces tiraram que haveria profetas e apóstolos em nosso tempo? Precisamos entender que somos todos, desde pastor, ancião e nós mesmos, somos todos ovelhas e nosso pastor é Jesus Cristo.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO: Comente usando a sua conta Google ou use a outra aba e comente com o perfil do Facebook

emo-but-icon

Página inicial item